A importância de expressar os sentimentos para o desenvolvimento da saúde emocional - Parte 1

Você tem dificuldade para demonstrar seus sentimentos?


Vivemos a era onde a humanidade tem dificuldade em ser autêntica. Para algumas pessoas, o anseio para serem aceitas no meio social, exige muitos sacrifícios e acabam esquecendo de si, deixando de lado o seu verdadeiro eu para refletir o que o meio quer.


A anulação de si está causando muitas doenças. O adoecimento emocional somatiza no corpo e em todas as esferas. Entretanto, queremos estimular você a olhar para dentro de si, para reaprender a expressar suas emoções, sentimentos ao mundo, pois contribuirá para o desenvolvimento saudável da saúde mental.


Você sabia que as emoções e os sentimentos caminham juntos? Mas, cada um tem seu significado. Vou explicar: As emoções são geradas através de um estímulo externo, o qual enviará uma mensagem ao nosso cérebro que gerará um sentimento, ou seja, uma forma de expressão.

Exemplo:

Estímulo: Você recebeu uma ligação de uma amiga que é importante para você.

Este estímulo comunicará o seu cérebro a informação. Isso resultará em um movimento que irá liberar hormônios, e fará você sentir a emoção (com possibilidade de ter reações cognitivas e/ou fisiológicas).

Emoção/sentimento: Neste exemplo, você pode ter palpitações e a expressão do sentimento de alegria. Talvez, você reagiria de uma forma diferente, porque todo ser humano tem emoções e sentimentos, mas cada pessoa reage de uma forma diferente.


Outro exemplo:

Estímulo: As notícias do aumento da Pandemia Covid-19.

Emoção/sentimento: A mensagem é enviada para o cérebro e são liberados os hormônios de stress, o que imediatamente gera o aumento de palpitação e a expressão dos sentimentos é medo e tristeza.


Para distrair um pouquinho, no entanto, podemos observar através da imagem abaixo:


Um estímulo qualquer irá envolver múltiplas áreas do nosso cérebro, como o pensar, o sentir e o agir, ou seja, um estímulo pode movimentar múltiplas áreas do nosso corpo.

Portanto, as emoções e os sentimentos estão presentes no ser humano a cada dia e se expressam a todo momento. Entretanto, cada pessoa tem uma reação diferente diante de cada estímulo externo ou ambiental.

Detalhe, em expressar os sentimentos (amor, medo, raiva, alegria entre outros) não há nenhum problema. É necessário e contribui para nossa saúde emocional, física, nas relações interpessoais e para espiritualidade. O problema é quando as pessoas têm dificuldades de expressar e geram conflitos, como agressividade. É necessário buscar auxílio profissional para ajudar a aprender a comunicar com assertividade.


Mas, talvez seja sua pergunta: Ana, por que falar de emoções? Porque a Pandemia Covid-19 modificou a humanidade. Houve um aumento do Transtorno de Ansiedade, depressão, aumento ou perda de peso para algumas pessoas, preocupações constantes, perdas, desânimo, vergonha, frustrações, baixa estima entre outros problemas. As reações atingiram o ser humano em sua singularidade, tanto na forma de se relacionar com o outro quanto consigo mesmo.


Outros fatores significativos que também influenciam as emoções são: dores emocionais, traumas, ressentimentos, culpa entre outros. Fatores esses que aprisionam as vidas, inclusive gerando dificuldade de expressão das emoções e sentimentos.


(Continua no próximo post!)