A Culpa

As inflamações acometem o viver. O inflamar pode surgir sutilmente na vida de qualquer pessoa. Um dia acontece um pequeno inflamar: a dificuldade de expressar o que sente, em outros momentos, os medos dos julgamentos, arrependimentos por não fazer algo. Os dias passam e a cada semana um novo inflamar surge.


Pensando que um ano tem 365 ou 366 dias, quantas inflamações surgem a cada mês? Às vezes, a inflamação é tão grande que aparece através de pensamentos tóxicos: frustrações, medos excessivos, julgamentos, rigidez e culpas.


Observe sua vida até o presente momento: existe alguma área que está com pequenos ou grandes sinais de inflamação de culpa?

Pois bem, as inflamações atingem o pensar, mexem com a forma de expressar, relacionar-se consigo mesma e outras áreas.


A culpa pode influenciar no aumento dos problemas cardiovasculares, ansiedade e desencadeia sintomas depressivos.

O tempo está passando e algumas inflamações de culpa em excesso tem propagado há anos. Passam as estações, assim como a cada dia o clima também muda nas cidades, no mundo. Cada ser humano pode mudar a estação dos comportamentos e das emoções que deseja destacar.

Dizia um grande sábio que quando buscamos os remédios para aliviar as inflamações prevenimos doenças, danos, muda-se a estação e fluem comportamentos mais saudáveis.


Enfim, é uma decisão que poderá mudar sua história! Você é o auto realizador da escolha que prefere seguir para sua vida. Pense e aja.