Como lidar com o medo?


Ângela Cecília - Psicóloga CRP 04/40456

Rejane Souza - Psicóloga CRP 07/08174



O que é medo?

É uma emoção para responder a certas classes de estímulo do meio ambiente. O medo é um estado de alerta extremamente importante para a sobrevivência humana, devido a proteger de algum ruim que pode acontecer. É uma resposta do organismo a uma estimulação aversiva, física ou mental, cuja função é preparar o sujeito para uma possível luta ou fuga.


No cérebro, no miolo do cérebro, existe o chamado sistema límbico que é uma parte mais primitiva, que coordena reações instintivas. Seu pedaço mais importante é a amígdala, que é a responsável por essa resposta. As reações fisiológicas em relação ao medo, podemos citar o ressecamento dos lábios, o empalidecimento da pele, as contrações musculares involuntárias como tremedeiras, aumento da frequência cardíaca e respiratória devido à liberação de hormônios.


O organismo reage de forma exagerada ao medo, fazendo com que esse estado de alerta, benéfico em muitos momentos da vida, transforme-se em um estado patológico, quando o medo se transforma em fobia. Não se fala em tratamento para o medo, a não ser nos casos em que ele se torna irracional, como na fobia.


O medo gera angústia, nos paralisa e tira a consciência dos nossos direitos. É importante entendermos o processo que estamos vivendo para controlar nossa maneira de pensar.

Para Freud, o termo medo requer um objeto determinado, em presença do qual algo se sente. A angústia, ele esclarece, designa certo estado de expectativa frente ao perigo e preparação para o enfrentamento, ainda que se trate de um perigo desconhecido.


No contexto atual, a pandemia trouxe o perigo invisível que os indivíduos não estão preparados para lidar devido na nossa cultura. A iminência de contágio por uma doença desconhecida fez com que os indivíduos se sentissem incertos e as consequências futuras que trará para suas vidas.


Os profissionais de saúde que estão em contato direto com paciente infectados pelo vírus, são os mais expostos à infecção e sofrendo influência na sua saúde mental, impactando nos processos de trabalho e na vida pessoal.


O vírus trará repercussões físicas, psicológicas e psiquiátricas, as emoções envolvidas nela, como medo e raiva, devem ser consideradas e observadas, pois aponta o atual perigo iminente da morte como fator causador do medo.


Como lidar com o medo?

Identificar nessa fase de enfrentamento é: racional ou irracional?

O medo racional pode ser combatido com algumas medidas de precaução.

O medo irracional precisa de uma análise requer mudança de pensamentos sobre a situação.

Combater o medo com tudo àquilo que te faz sentir confiança. Lembre-se da dedicação que teve no trabalho durante o ano, e controle seu nervosismo.


A forma de resolver os medos:

  1. Entender o causador do medo e enfrentar.

  2. Reforçar a confiança.

Faça tudo que te gera confiança e enfrente os seus medos irracionais de perto. O primeiro enfrentamento é mais difícil, mas com a prática, fica mais fácil. Vai ajudar a ter inteligência emocional e desempenho superior na hora do trabalho.


Por fim, outras dicas:

  • Exercite a mudança de perspectiva

  • Busque ferramentas de distração para lidar com o medo

  • Diminua o consumo de informação

  • Expresse seus sentimentos

  • Converse com um psicólogo para lidar com o medo